segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

A História mais Bela do mundo de Rudyard Kipling



Por vezes restringida ao Livro da Selva e a contos humorísticos que escrevia para os filhos, a obra de Rudyard Kipling, autor galardoado com o Prémio Nobel da Literatura em 1907, é em grande medida desconhecida. Em particular, o considerável corpus de contos e romances nos quais o seu espírito curioso, fazendo jus ao humor inglês, é certeiro.

N’ A História Mais Bela do Mundo, Kipling leva a crer que a inspiração surge dos detalhes mais prosaicos que só o artista pode transcender, que só várias coincidências e contingências dão azo a uma obra de arte e que a arte sublima o real e o maravilhoso ombreia com a ciência.


A MINHA OPINIÃO:

A História mais Bela do mundo é um livro que contêm dois contos:Através das Ondas e um conto homónimo. Contos não são das minhas "peças" literárias favoritas. Ao longo dos anos, tive várias decepções, que fazem com que eu os encare com algum receio. Estes, por Kipling foram uma boa surpresa! Na minha opinião, não são excepcionais todavia, são bem construídos, com personagens minimamente cativantes e com histórias inovadoras. Gostei particularmente de Charlie, do primeiro conto. A sua prodigiosa imaginação, a sua ingenuidade e a sua maneira inocente de ver mundo estabeleceram comigo um laço muito forte!... Se bem que, o final deste primeiro conto me desapontou um bocadinho, esperava um pouco mais. Porém, no geral, são leituras bastante agradáveis com deliciosos pormenores e, que me manteram agarrada a narrativa. Gostei imenso e foram, indubitavelmente, um passo à frente na minha reconciliação com este género literário.

4/7- BOM

PS: Obrigada Segredo dos Livros!

1 comentário:

  1. Este livro parece-me deveras interessante...
    Obrigado pela dica!

    ResponderEliminar