domingo, 24 de julho de 2011

Reflexos num Olho Dourado de Carson McCullers



Uma das vozes mais originais da literatura norte-americana, McCullers, explora, neste romance, os limites sempre instáveis entre a «normalidade», por um lado, e o foro íntimo das pulsões, que se lhe opõe. Numa pequena base militar americana, a rotina e o isolamento criam uma tensão insuportável que agudiza perigosamente as contradições em que se movem as personagens. McCullers escreve esta história com simplicidade despretensiosa e um registo inquietante que lhe conferem uma dimensão trágica.

A MINHA OPINIÃO:

Reflexos num Olho Dourado é livro estranhíssimo. Mas, as pessoas também são estranhas e este livro fala de pessoas. Todos temos algo de anormal habitando em nós e não vale a pena negar, é verdade. O que é normalidade para uns, para outros é uma anomalia comportamental!Vivemos num mundo de aparências e fugir à regra é quase proibitivo. Quantos estes desvios se tornam demasiado evidentes surge a aberração. Na minha opinião, Carson McCullers têm personagens nada normais: são complexas, capazes de loucuras e salientam o quão longe podemos ir para nos integrar. Este livro fala, portanto, de pessoas, relações e como estas são fundamentais ao Homem. A socialização é tão importante que este não se abstém da mentira e da dissimulação para resguardar aquilo que ele acha que vai perturbar a sua inserção na sociedade. Mas, quando se reprime a natureza do nosso ser, o que é que pode acontecer? Uma luta entre a sanidade e a insanidade, talvez... Se no nosso tempo, esta integração é difícil, o que seria na década de 40, altura em que Carson McCullers escreveu este pequeno livro! Terrível! Neste livro, o cenário é uma base militar onde reina a rotina e a aparente calma porém, esta contrasta com o rebuliço e a inquietação que toldam a mente dos personagens. Capitão Penderton é homossexual mas, sem coragem para o admitir e vive atormentado pelos amantes da sua bela esposa, Leonora. Ela é jovem e belíssima todavia, trocaria de bom grado um pouco dessa beleza por um pouco mais de inteligência. Major Morris é afeiçoado à mulher Alison mas, cai sempre no erro da traição e da infidelidade. Alison sobrevive e está ciente de que nada faz para salvar o seu casamento. O que a prendia ao mundo dos vivos, morreu há muito tempo. O soldado Williams será a pólvora que irá despoletar o fogo das emoções intensas e reprimidas há tanto tempo.  Foi uma leitura lenta pois, era preciso decompor cada elemento e analisar cada acção das personagens.  Apesar desta morosidade mostrou que é uma análise humana muito enriquecedora.

6/7- EXCELENTE

PS: Obrigada Segredo dos Livros!

TRAILER DO FILME:

video

Sem comentários:

Enviar um comentário